DOAÇÃO LIVROS - banner

Secretaria de Cachoeira e FGM recebem mais de 8 mil livros da Enseada

História de Tenengo, Maria & Maria, A Mãe do Timbó e A Dona das Águas fazem parte de uma coleção sobre a cultura quilombola, composta por sete contos, doada pela Enseada Indústria Naval para a Secretaria Municipal de Educação de Cachoeira. Ao todo, 7.130 exemplares foram entregues à Secretaria, que deverá fazer a distribuição entre as crianças das escolas em comunidades quilombolas e nos espaços de leitura das demais instituições de ensino do município. A confecção dos livros é uma iniciativa da Enseada, que tem como objetivo imortalizar as histórias contadas nos terreiros dos quilombos de Maragojipe e Cachoeira, cidades que formam a área de influência direta e indireta do empreendimento.

De acordo com o secretário de Educação de Cachoeira, Alexsandro Rocha de Souza, o material doado pela Enseada vai otimizar o trabalho realizado pela Secretaria nas escolas, sobretudo pela oportunidade que os alunos terão de conhecer as vivências dentro dos quilombos. “As griôs (como são chamadas as contadoras de histórias dos quilombos) serão valorizadas como mulher e, em determinado momento, vão poder falar de suas experiências para as crianças. Temos um material de alta qualidade chegando para nossa comunidade. Vilson Caetano (antropólogo e autor dos livros) possui um grande conhecimento sobre o tema e com o trabalho feito por ele vamos poder melhorar o que temos feito para o município. Só temos a agradecer pela doação da Enseada”, afirmou o secretário.

Essa é a segunda doação de livros feita à Secretaria. Em 2013, durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), 2.600 exemplares foram entregues ao município. “Com esse tipo de iniciativa buscamos contribuir para a disseminação das tradições dos quilombos e do Recôncavo Baiano. Temos interesse em promover a cultura local e perpetuar os costumes das comunidades que antes eram levados adiante apenas através da oralidade. Os livros são uma forma de eternizar a cultura desse povo”, comentou o diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Enseada, Humberto Rangel.
Os livros produzidos são destinados a escolas privadas e públicas (municipais e estaduais) e também a escolas quilombolas, em atendimento à Lei n. 10.639, que torna obrigatória a inclusão da disciplina História e Culturas Africanas e Afro-brasileiras na grade curricular de todas as escolas de ensino fundamental, básico e médio do país.

 

Doação em Salvador

No próximo dia 25, a Enseada participará de uma cerimônia na Casa do Benin, às 14, para simbolizar a doação de 1.400 livros para a Fundação Gregório de Matos (FGM). O material doado é composto por contos quilombolas infantis e será distribuído pela Fundação para bibliotecas comunitárias e municipais de Salvador. Como parte do evento, estão previstas contações de histórias, com a professora e historiadora Iray Galrão, e recital de poesias.

A cerimônia faz parte de uma série de programações previstas para acontecer no local durante todo o mês de março, como exposições fotográficas e oficinas de gastronomia africana.

09/03/2015
Sem Comentários
Sem Comentários
código captcha * Seu e-mail não será divulgado